Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Ziraldo entrevista a escritora Flávia Lins e Silva
29/04/2011 - 08h00m

Ziraldo entrevista a escritora Flávia Lins e Silva

O programa ainda conta com a presença de Fátima Reis e da Cia do Gesto

Ziraldo entrevista a escritora Flávia Lins e Silva

 

 Iranei Barreto Assessoria de Comunicação/EBC-TV Brasil

O ABZ do Ziraldo deste domingo (1) recebe a escritora, pedagoga e contadora de histórias Fátima Reis, que se apresenta ao lado do músico Júnior Cardoso; as atrizes/palhaças Ana Carina e Tânia Gollnick, da Cia do Gesto, com trecho do espetáculo Cláun! Palhaços Mudos; e a escritora Flávia Lins e Silva. O programa vai ao ar ao meio-dia, pela TV Educativa de Alagoas (TVE).

Fátima Reis já conquistou o 2º lugar no Concurso Mercosul de Contos para Crianças, na Argentina, com o livro O menino que queria chorar estrelas. Ela também escreveu Chico Mendes para crianças. No programa, a contadora de histórias vai apresentar A onça, o tatu e a coruja, de Ricardo Azevedo. Em seguida, entra em cena a Cia do Gesto que, há 20 anos, leva espetáculos e oficinas para escolas, favelas e hospitais.

Ziraldo também entrevista Flávia Lins e Silva, escritora, roteirista, documentarista e autora de livros infanto-juvenis. Ela nasceu no Rio de Janeiro, mas aos 18 anos foi trabalhar como babá na Europa e contou muitas histórias para crianças austríacas, alemãs e italianas. Desse gosto por viagens nasceu a sua personagem mais famosa: Pilar. Flávia já recebeu o prêmio João de Barro, em 2006, com o livro Nas Curvas d’Água. No ABZ do Ziraldo, ela fala sobre o prazer de escrever, viajar, e sobre as aventuras de Pilar.

Sobre o programa- Incentivar o hábito da leitura é a ideia do ABZ do Ziraldo. Apresentado pelo escritor e cartunista Ziraldo, o programa é produzido pela TV Brasil e exibido aos domingos, às 12h, com participação de um coral infantil e de uma plateia repleta de crianças que estudam em escolas públicas. A cada domingo, um escritor é convidado para divulgar sua obra e ser entrevistado por Ziraldo e pelas crianças. O programa ainda abre espaço para o contador de história, com apresentação rica de objetos cênicos, acompanhamento musical e interatividade das crianças da plateia.

Ações do documento