Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Torre de transmissão marca novo momento das emissoras de rádio e TV estaduais
02/08/2011 - 18h30m

Torre de transmissão marca novo momento das emissoras de rádio e TV estaduais

Novo equipamento do IZP amplia sinal da TV Educativa e das rádios Educativa FM e Difusora, levando programação educativa e cultural a mais alagoanos

Torre de transmissão marca novo momento das emissoras de rádio e TV estaduais

Com nova torre, programação será transmitida com mais qualidade

Maryland Wanderley

O governador Teotonio Vilela Filho inaugurou nesta terça-feira (2) a nova torre de transmissão que ampliará o alcance da TV Educativa, rádios Educativa FM e Difusora de Alagoas, vinculadas ao Instituto Zumbi dos Palmares (IZP). Com recursos próprios, orçados em R$ 650 mil, o Governo dá um passo decisivo, ao investir na ampliação da cobertura jornalística, cultural e de entretenimento para cidadãos de Maceió e cidades circunvizinhas.


O governador Teotonio Vilela destacou o novo momento da emissora. “Com o novo equipamento, a programação chegará com mais qualidade à casa do cidadão alagoano da Região Metropolitana, incluindo municípios como Marechal Deodoro, Satuba, Santa Luzia do Norte e Coqueiro Seco, entre outros. Com esta aquisição, cumprimos a missão cívica de levar cidadania com debate democrático”, destacou o governador


Teotonio Vilela afirmou que a história da Rádio Difusora se confunde com a história de Alagoas. “Por esta razão, devemos valorizar este grande patrimônio do Estado”, reforçou Teotonio Vilela. "O nosso governo reconhece as emissoras do IZP como canais de aproximação da população com a cultura, com a educação e com a história de Alagoas, contribuindo para a formação da cidadania em nosso Estado".


Vilela reforçou o compromisso do Governo com o fortalecimento da comunicação pública. “Temos o compromisso de investir na modernização e na tecnologia das emissoras públicas do Estado", disse o governador. O diretor-presidente do IZP, Marcelo Sandes, afirmou que o novo equipamento é fudamental, uma vez que corrige uma limitação histórica que excluía do seu conjunto de telespectadores milhares de alagoanos.


“Além da torre, a TVE passa a usufruir de uma nova antena, de capacidade superior à que vinha sendo utilizada. A nova torre beneficiará a Rádio Difusora, que passará a contar com antenas dos seus links de transmissão instaladas em pontos bem mais altos, facilitando o sinal em caso de reportagens de rua e transmissões esportivas”, reforçou Sandes.


De acordo com ele, os efeitos positivos da nova estrutura de transmissão serão brevemente sentidos pela população, já que a fase atual é de testes e ajustes. “No tocante à TV, estamos operando com apenas 20% da capacidade do transmissor; no caso da FM, com 60% e com relação à Difusora, com 75%. Logo, estaremos operando a pleno vapor para melhor servir à coletividade alagoana”, salientou.

Sandes ressaltou a determinação do governador Teotonio Vilela em priorizar a liberação de recursos que viabilizaram a modernização do IZP. “O governador entendeu o valor de levar a programação educativa, cultural e cidadã destas emissoras a um maior número de ouvintes e telespectadores”, disse.


O diretor-presidente do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia, Pola Ribeiro, também dirigente da Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais (Abepec), afirmou que a formação da TV pública no Brasil ainda está em processo de construção.


Segundo Ribeiro, a TV e a comunicação públicas no Brasil precisam caminhar junto com o processo democrático do País, já que são instrumento relevante para levar informação a todos os segmentos da sociedade e debater temas importantes para a família. “Alagoas dá passo importante dentro deste processo, levando o cidadão a se sentir parte dele, já que pode se reconhecer em determinado programa".


O superintendente de Rede da Empresa Brasil de Comunicação (EBC-TV Brasil, Marco Antônio Coelho, expôs a credibilidade da TV Educativa de Alagoas. “A EBC está pronta para ajudar as TVs educativas estaduais, já que uma de nossas missões é produzir TVs com novo modelo. Precisamos ir além da TV centralizada no eixo Rio/São Paulo, ou seja, que a construção seja dos estados para a nação. Para tanto, as TVs estaduais precisam estar equipadas em tecnologia e profissionais capacitados, bem como em recursos para investir nelas”, completou Coelho, reafirmando o compromisso de continuar ajudando no crescimento do IZP.


Acompanharam o governador Teotonio Vilela no descerramento da placa da nova torre o diretor-presidente do IZP, Marcelo Sandes, o secretário da Comunicação, Rui França, e o deputado estadual Joãozinho Pereira, que, na ocasião, representou a Assembleia Legislativa. A solenidade contou com a presença dos secretários estaduais da Articulação Política, Rogério Teófilo, da Cultura, Osvaldo Viégas, de dirigentes de órgãos públicos e de emissoras privadas, jornalistas e radialistas.

 

Ações do documento