Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Redes Sociais é tema do Sustentáculos desta segunda
04/04/2011 - 09h01m

Redes Sociais é tema do Sustentáculos desta segunda

O que a internet tem a ver com sustentabilidade?

Redes Sociais é tema do Sustentáculos desta segunda


Iranei Barreto e Assessoria da TV Brasil


A internet ganha uma importância cada vez maior na vida das pessoas. Ela abre novos caminhos, facilita o acesso a informações e põe em contato pessoas com os mesmos interesses. Mas o que isso tudo tem a ver com sustentabilidade? O tema do Sustentáculos desta segunda (4), que vai ao ar às 20h30, pela TV Educativa de Alagoas (TVE) é Redes Sociais e Sustentabilidade, e vai mostrar de que forma a internet pode motivar a sociedade a participar de movimentos que tragam benefícios para todos.


O apresentador Felipe Aragonez foi para a Baixada Santista, no litoral paulista, conhecer de perto as redes sociais que atuam em conjunto, como a Oasis, organização virtual com o objetivo de transformação por meio da participação comunitária; e a ONG Um Teto para o meu País liderada por jovens voluntários. Um Teto para o meu País é voltada para a construção de moradias emergenciais destinadas às famílias necessitadas.


A cada seis meses, uma turma de cerca de 30 alunos universitários pesquisa os principais problemas de uma cidade ou uma comunidade. A partir daí, realizam um intenso movimento de mobilização, sobretudo por meio das redes sociais, para conseguir um número de voluntariado que possa colocar “a mão na massa” e realizar algumas benfeitorias na comunidade.


Outra aplicação bem prática da internet como ferramenta amiga do meio ambiente é o site Bigoo, história que Marina Thomé foi conferir em Recife. Com ele é possível identificar amigos, conhecidos e outras pessoas do mesmo círculo social, que estejam interessadas em compartilhar carona. Pioneira no país, a rede Bigoo é uma excelente solução para vários problemas das grandes cidades tais como congestionamentos rotineiros, poluição excessiva e superlotação do transporte público. E ainda ajuda seus usuários a economizar.

 

Ações do documento