Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Parque Nacional Restinga de Jurubatiba é pauta do ‘Expedições’ desta terça
03/10/2011 - 16h46m

Parque Nacional Restinga de Jurubatiba é pauta do ‘Expedições’ desta terça

Localizado no litoral fluminense, o parque é uma das áreas de restinga mais bem preservadas do país

Parque Nacional Restinga de Jurubatiba é pauta do ‘Expedições’ desta terça

Iranei Barreto e Ascom/EBC-TV Brasil


O litoral do estado do Rio de Janeiro guarda algumas surpresas. Imaginem um conjunto de mais de trinta lagoas selvagens, de formas e cores diferentes, formando um cenário deslumbrante. O Expedições desta terça (4), às 19h30, encontrou a trilha e vai mostrar aos telespectadores o Parque Nacional Restinga de Jurubatiba. O programa é produzido pela RW Cine, exibido pela TV Brasil e retransmitido, em Alagoas, pela TV Educativa (TVE).


Considerada a área de restinga mais bem conservada do Brasil, é a única Unidade de Conservação dedicada exclusivamente a este bioma. Localizado entre Macaé e Campos, o Parque de Jurubatiba é um santuário ecológico pouco conhecido no país e até no próprio estado do Rio. Com uma paisagem composta por uma variedade de ecossistemas, que vai desde o semi-árido à floresta tropical úmida, é formada por áreas de vegetação arbustiva, florestas secas e florestas inundáveis que se localizam nas depressões entre os cordões de areia da restinga, e também ambientes aquáticos, como lagos salinos, lagos de água doce e brejos. Uma formação natural única que levou milênios para se desenvolver sobre as areias do litoral brasileiro.

A apresentadora Paula Saldanha revela como o Parque vem enfrentando o desafio de preservar a sua natureza, em convivência com a pressão urbana no seu entorno e a presença de comunidades que, há gerações, habitam a região. Entre eles estão os pescadores das lagoas de Jurubatiba.


Com grande número de pesquisadores trabalhando em sua área, o Parque de Jurubatiba vem investindo cada vez mais em ações de educação ambiental e turismo ecológico como forma de integrar os moradores da região. Ao mesmo tempo, mostrar aos visitantes o valor da sua área de restinga, reconhecida até pela UNESCO como uma das Reservas da Biosfera.

Ações do documento