Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias O fascinante universo das artes cênicas
09/08/2011 - 12h03m

O fascinante universo das artes cênicas

Atores e sambistas, Seu Jorge e Serjão Loroza agitam o palco da Gamboa

O fascinante universo das artes cênicas

Serjão Loroza e Seu Jorge cantam com Diogo Nogueira

Iranei Barreto e Assessoria de Comunicação/EBC-TV Brasil


No Samba na Gamboa desta terça (09), às 23h, Diogo Nogueira recebe Seu Jorge e Serjão Loroza. Os dois multiartistas, que transitam com facilidade pelas artes e música, falam sobre palcos, bastidores e sets de gravação. O programa é uma produção da TV Brasil e exibido pela TV Educativa de (TVE)


O início da carreira de Serjão se deu nas bandas underground cariocas e culminou com a fundação do Monobloco. Hoje, Serjão ataca de carreira solo e lança o disco MPB – Música Brasileira de Pista. Com seu estilo notavelmente humorístico, Loroza já atuou em 9 fimes, 16 programas e séries de TV e 6 peças de teatro.


Seu Jorge já fez de um tudo e passou por muita dificuldade antes da fama. Foi morador de rua após a morte do irmão em uma chacina, trabalhou como borracheiro, office boy, marceneiro, entre outras profissões. Primo de Dudu Nobre, tem samba no DNA. Fundou o grupo Farofa Carioca nos anos 90 e, a partir daí, começou a fazer sucesso como cantor. Atualmente, Seu Jorge, com sua voz inconfundível, canta o que ele chama de samba-rock.


Seu Jorge fez a trilha sonora de alguns filmes, como Amores Possíveis, A Partilha e traduziu músicas de David Bowie para a trilha de A Vida Marinha de Steve Zissou. No entanto, sua participação na sétima arte não para por aí. Ele contracenou com Fernanda Torres no filme “Casa de Areia”, fez os sucessos Cidade de Deus e Tropa de Elite 2 e participou também de gravações estrangeiras, entre elas: Beyond Ipanema, The Escapist (UK), Sleepwalkers (USA), Elipsis (Venezuela), À la recherche d’Orfeu Negro e The Life Aquatic with Steve Zissou.

 

Ações do documento