Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Nunca Fomos tão felizes é atração deste sábado na TVE
08/04/2011 - 10h06m

Nunca Fomos tão felizes é atração deste sábado na TVE

Longa de Murilo Salles é baseado no conto Alguma coisa urgentemente, de João Gilberto Noll

Nunca Fomos tão felizes é atração deste sábado na TVE

Iranei Barreto e Assessoria da TV Brasil

O longa Nunca fomos tão felizes é a atração deste sábado (9), às 22h, da TV Educativa de Alagoas (TVE). Primeiro filme de Murilo Salles e com roteiro de Alcione Araújo e Jorge Durán, conta a história da relação de um pai com seu filho, um homem desconhecido e misterioso. É a história da descoberta do pai, de quem é esse pai. Um filme em ritmo de thriller, e considerado pela crítica um marco do moderno cinema brasileiro.

Um rapaz é retirado de um colégio interno por seu pai, e é acomodado num grande apartamento na Avenida Atlântica, no Rio de Janeiro, temporariamente. Ele pouco sabe sobre a vida do pai – militante político perseguido pela polícia do regime militar -, pois estão afastados há oito anos. Um esteve num colégio interno e o outro na prisão. A mãe já faleceu.

O reencontro e a viagem de retorno à casa dão a entender o quanto será difícil para os dois a vida em comum. Um apartamento quase vazio, o aparelho de tevê e uma guitarra, é tudo de que o jovem dispõe. Acuado pela situação tensa que enfrenta, o rapaz não pode entender aquele convívio frustrante e começa a investigar o mistério que o cerca. Acaba deparando com a necessidade de descobrir a própria identidade.

O filme foi vencedor do Prêmio da Crítica, Melhor roteiro e Melhor fotografia no XII Festival de Gramado; e de Melhor Filme (Júri Oficial e Popular), Melhor roteiro e Melhor montagem, no XVII Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Inédito. 96 min.

Título original: Nunca fomos tão felizes.Ano: 1984. Gênero: Drama. Direção: Murilo Salles, com Claudio Marzo, Suzana Vieira, Antônio Pompeu, Marcus Vinícius, Roberto Bataglin Filho, Jose Mayer, Meiry Vieira, Ênio Santos, Fábio Junqueira, Tonico Pereira, Angela Rebello.

 

Ações do documento