Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Luta contra a Hanseníase é tema do Espaço Livre
10/01/2018 - 10h55m

Luta contra a Hanseníase é tema do Espaço Livre

Programa da Rádio Difusora recebeu o diretor do núcleo de combate à hanseníase da Sesau para abordar o assunto

Luta contra a Hanseníase é tema do Espaço Livre

Marcos Vasconcelos recebe o o diretor do núcleo de combate à hanseníase da SESAU no programa Espaço Livre

O Brasil é o segundo país que mais contabiliza casos de hanseníase no mundo. Para combater a doença, o Ministério da Saúde instituiu, em 2017, o mês de janeiro e a cor roxa como forma de conscientização sobre essa patologia contagiosa que atinge cerca de 30 mil brasileiros anualmente. Com produção de Ulisses Abílio, o programa Espaço Livre tratou o assunto na manhã desta quarta-feira (10).

Em entrevista ao radialista Marcos Vasconcelos, Zé Melck, diretor do Programa de Combate a Hanseníase da Sesau explicou os sintomas da doença. “A hanseníase é uma doença de pele e nervo, a pessoa pode perceber por a partir do momento que surgem manchas avermelhadas ou brancas na pele e deve procurar o posto de saúde mais próximo imediatamente”, afirma.

Melck salientou que a hanseníase é mais propensa às populações em situação de vulnerabilidade econômica, e, em Alagoas, cidades como Santana do Ipanema, Delmiro Gouveia e Rio Largo são as que apresentam os maiores índices da doença. A capital, Maceió, notifica metade dos casos no estado.

O tratamento é gratuito em todo o território nacional. Se for diagnosticada a tempo, as sequelas podem ser controladas e o paciente terá uma vida normal. Os exames de laboratório conseguem identificar menos de 50% dos casos, mas o exame clínico é suficiente para o diagnóstico

O Espaço Livre vai ao ar de segunda a sexta, a partir das 9h30.

Ações do documento