Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Educativa FM presta homenagem a Renato Russo
14/10/2011 - 13h55m

Educativa FM presta homenagem a Renato Russo

Programa Aplauso mergulha no rock nacional e faz uma homenagem especial ao músico e poeta que embalou uma geração com suas canções ora poéticas, ora contundentes.

Educativa FM presta homenagem a Renato Russo

Iranei Barreto


O Aplauso deste domingo (16) tem edição especial dedicada ao grande ídolo do rock Nacional, Renato Russo e ao legado da Legião Urbana. A morte do ex-vocalista do Legião Urbana completou 15 anos na última terça-feira (11) e para marcar a data, a Educativa FM, emissora do Instituto Zumbi dos Palmares (IZP), preparou um especial com direto a um mergulho na vida e obra de um dos cantores e compositores mais geniais na nossa música. O programa vai ao ar das 10 ao meio-dia.


Renato Russo morreu no ano de 1996, com 36 anos de idade, e apesar de ter partido jovem deixou um legado imensurável de canções que são verdadeiros conselhos para seus fãs antigos, e seus novos admiradores, pois mesmo com 15 anos de sua morte, sua obra continua viva e atual. Suas músicas, consagradas como verdadeiros hinos de toda uma geração, continuam sendo referencia para as novas gerações que se interessam pelo trabalho da banda Legião Urbana, em especial por seu líder Renato Russo.


À frente da Legião Urbana, Renato foi um dos principais cantores e compositores durante o estouro do rock brasileiro nos anos 80. O conjunto formado por Renato, Marcelo Bonfá, Dado Villas-Lobos e Renato Rocha estourou em Brasília e logo conquistou todo o país com músicas que se tornaram hinos de uma geração: Que país é este?, Vento no litoral, Pais e Filhos, Será, Eduardo e Mônica, entre outras que marcaram época.


Famoso por suas letras ora poéticas, ora contundentes, Renato ao lado da Legião Urbana deixou um vasto legado. Foram sete discos de estúdio e mais um álbum póstumo, fora os trabalhos ao vivo e os dois discos solo - um com covers de canções do pop americano e inglês e outro dedicado à música italiana.

 

Em 1989, Renato Russo foi diagnosticado como soropositivo. Apesar disso, a banda seguiu carreira e só foi parar sete anos depois. O último álbum da Legião Urbana foi A Tempestade Ou O Livro dos Dias, lançado em outubro de 1996. Apenas 21 dias após o lançamento do disco Renato faleceu em seu apartamento no Rio de Janeiro. Com sua morte, estava decretado o término da Legião Urbana.


Homenagens- Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá participaram do Rock in Rio, neste ano, em uma homenagem à Legião Urbana, ao lado da Orquestra Sinfônica Brasileira e com a participação especial dos músicos Pitty, Rogério Flausino, Dinho Ouro Preto e Herbert Vianna e Toni Platão.


Além disso, três filmes deve chegar ano que vem aos cinemas para contar parte da história do grupo: ‘Somos Tão Jovens’, de Antônio Carlos da Fontoura, cinebiografia de Renato; o documentário ‘Rock Brasília, Era de Ouro’, de Vladimir Carvalho, com depoimentos de artistas das principais bandas da época, inclusive o próprio vocalista da Legião, e o longa ‘Faroeste Caboclo’, de Renê Sampaio, inspirado na música de mesmo nome.

 

Ações do documento