Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Educação musical no ambiente escolar é destaque no Escola Viva
11/04/2018 - 11h00m

Educação musical no ambiente escolar é destaque no Escola Viva

Com produção de Carolina Farias, programa da TV Educativa abordou o tema com especialista da UFAL

Educação musical no ambiente escolar é destaque no Escola Viva

Professora Ziliane Teixeira em entrevista ao Escola Viva, da Ufal,

Uma lei sancionada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2008, tornou o ensino de música obrigatório nas escolas brasileiras. A atividade vai além do aprendizado sobre instrumentos musicais - ela estimula o desenvolvimento cultural e multidisciplinar, auxilia no contato com diferentes linguagens e contribui para a sociabilidade do estudante. A doutora em educação e professora do curso de licenciatura em música da UFAL, Ziliane Teixeira, conversou sobre o assunto com Anete Carvalho, apresentadora do programa Escola Viva.

Capacitação profissional

Ziliane explica qual a formação necessária para o individuo ministrar aulas de música na escola. “A formação do professor para dar aula de música é a licenciatura em música. Assim como nas outras disciplinas existem as licenciaturas específicas, no curso de música nós temos a licenciatura em música”, esclarece.

Segundo ela, ainda é difícil haver a presença formal do conteúdo dentro da sala de aula – “É muito comum vermos a música como atividade extracurricular”. A professora ainda destaca que o objeto de estudo é mais abrangente que o instrumento musical. “A disciplina tem um conteúdo a ser trabalhado, ela foca na alfabetização musical, para entender conceitos e elementos da música como altura, velocidade

Benefícios da educação musical

Na entrevista, a doutora em educação cita os ganhos que a prática e estudo da musicalidade trazem ao aluno. “A música proporciona uma série de benefícios, tanto de questões cognitivas, motoras, de socialização, de integração, de raciocínio lógico e matemático”, aponta.

Uma pesquisa realizada na Universidade de Northwestern, nos Estados Unidos, finalizada em 2011, com uma turma de 60 alunos, de 6 a 9 anos, em que 29 deles tinham contato com a música, constatou que o contato com o meio permite, entre outras habilidades, o desenvolvimento da memória. De acordo com a neurocientista Nina Kraus, líder do estudo, alguns elementos presentes na música como timbre, tempo e tom, foram importantes para que essas crianças desenvolvessem a memória  mais rápido que outras.

Cenário em Alagoas

A apresentadora questiona a estrutura e processo de formação acadêmica no curso da Universidade Federal de Alagoas. “O curso de música na UFAL tem diferentes habilitações: ele tem habilitação da licenciatura em educação musical, instrumentos e canto”. Além do ENEM, o estudante que quiser  ingressar no curso precisa fazer um teste específico que será realizado no mês de maio.

BLOCO 1: https://www.youtube.com/watch?v=ewV9QedDpG4&t=23s

BLOCO 2: https://www.youtube.com/watch?v=9YMuD63Jnks

Ações do documento