Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Difusora: 63 anos servindo aos alagoanos
14/09/2011 - 14h55m

Difusora: 63 anos servindo aos alagoanos

A rádio mais antiga de Alagoas mantém o compromisso de bem informar e entreter o seu vasto público em todos as regiões do Estado.

 Difusora: 63 anos servindo aos alagoanos

 

 Iranei Barreto

Primeira emissora a entrar em funcionamento em Alagoas, a Rádio Difusora completa 63 anos de funcionamento ininterrupto nesta sexta-feira, 16 de setembro, moderna, atuante e com sua programação chegando aos quatro cantos do estado e até além fronteiras. Para comemorar esse marco histórico a emissora exibe  programação especial, a partir das 7 da manhã com homenagens a profissionais que contribuíram para o engrandecimento da rádio e depoimentos de servidores que atuam há mais tempo na rádio. 

Também serão exibidos trechos de programas que marcaram época – radionovelas, programas de auditório – e depoimentos de profissionais que fizeram a história do rádio em nosso estado. A programação especial tem inicio às 7 horas da manhã com as rádios Educativa FM e Difusora em conexão na veiculação do programa “Educativa em Revista”. Serão exibidos áudios de radionovelas, transmissões esportivas, programas humorísticos e de calouros, depoimentos de grandes nomes do rádio e textos que revelam momentos históricos. O Especial conta ainda com a participação ao vivo dos ex-diretores Arnaldo Costa e Reinaldo Cavalcante.  

 A partir das 8 horas e até ao meio-dia a programação passa a ser transmitida diretamente dos estúdios da Difusora, com o experiente radialista Costa Cabral batendo um papo descontraído e cheio de recordações com funcionários que já vivenciaram momentos marcantes na emissora. “Queremos mostrar aos ouvintes como era fazer rádio antigamente e como é hoje,” adianta. No repertório musical, cantores e compositores que marcaram época como Cláudia Maria, Edécio Lopes, Seton Neto,  Ibernon Tenório, Amaury Souza, Roberto Becker, dentre outros.  

 Participam também do programa os funcionários Sônia Costa, há mais de 30 anos na Difusora; o jornalista Everaldo dos Santos, mais antigo redator em atividade, desde 1978; José Lins, que atualmente coordena o Departamento Técnico e está na emissora desde 1964; e o próprio Costa Cabral, repórter setorista há mais tempo acompanha uma agremiação: nada menos do que 42 anos reportando tudo o que acontece no CSA. A partir das 13 horas quem dá prosseguimento é o também veterano Stênio Reis, recebendo convidados especiais e ancorando a tradicional transmissão do nosso desfile de Emancipação Política.

 Modernização - Paralelo às homenagens a emissora pública avança em atualizações tecnológicas que vão permitir um sinal mais limpo e potente para Alagoas e até além fronteiras, já que a Difusora é sintonizada também em regiões de alguns estados da nossa região. “Brevemente a Difusora terá um aumento de 25% em sua potência com a instalação de um estabilizador de tensão de 50 kVA”, ressalta Luiz Fernando Gonzalez, diretor de Operações do IZP. “Estamos realizando uma manutenção preventiva para então fazer a instalação”, diz.

 Segundo Afrânio Godoy, diretor da rádio, além dos investimentos tecnológicos, que tem permitido uma melhora considerável na qualidade do sinal, a emissora passará também por mudanças na programação e fortalecimento das parcerias com emissoras do interior do estado. “Queremos estar cada vez mais próximos da população, seja na capital ou no interior do estado”, observa. “Esperamos até o final deste ano dobrar o número de correspondentes no interior e, claro, continuar com a cobertura esportiva também fora do Estado”, completa.

 Uma outra ação que está em curso e que beneficia também a Difusora é a transferência das antenas dos links de transmissão da emissora para a nova torre de 90 metros do IZP, recentemente inaugurada, que servem para reportagens de rua e para levar o sinal dos estúdios, no Farol, até o parque de transmissão, no Tabuleiro do Martins.

 “A questão da tecnologia é item fundamental em qualquer emissora e na Difusora não é diferente”, enfatiza o diretor presidente do IZP, jornalista Marcelo Sandes, lembrando que atualmente a emissora conta com um transmissor de 15 mil watts, dotado do melhor da tecnologia nacional. “Mas uma rádio, para bem cumprir o seu papel, não pode prescindir de profissionais competentes, dedicados e quanto a isso a Difusora sempre foi e continua bem servida”, observa. “Ressalte-se também o papel dos profissionais e dirigentes que historicamente deram a sua contribuição, em iniciativas pioneiras, para que esta rádio continue forte, atuante e respeitada pela população alagoana”, destaca.

 
Ações do documento