Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias De Lá pra Cá discute vida e obra de Stefan Zweig
15/04/2011 - 12h49m

De Lá pra Cá discute vida e obra de Stefan Zweig

Os 70 anos do livro “Brasil: O País do Futuro”

De Lá pra Cá discute vida e obra de Stefan Zweig

 



Iranei Barreto e Assessoria da TV Brasil


No De Lá pra Cá deste domingo (17), que vai ao ar às 18h, na TV Educativa de Alagoas (TVE), a vida e a obra de Stefan Zweig, o escritor que deu um sobrenome ao Brasil: “País do Futuro”. O jornalista Alberto Dines, o cineasta Sylvio Back, a historiadora Dulce Pandolfi e a tradutora Kristina Michahelles participam do programa.


Stefan Zweig foi um dos mais importantes escritores europeus da primeira metade do século XX. Dedicou-se a quase todas as atividades literárias: romance, conto, poesia, dramaturgia, crítica e ensaios. Entre seus livros de ficção mais famosos estão Carta de uma desconhecida, Amok, Vinte e quatro horas na vida de uma mulher e O jogador de xadrez. Ele também escreveu várias biografias, entre elas, Maria Antonieta, Napoleão, Fouché, Maria Stuart, Fernão de Magalhães e uma auto-biografia intitulada O Mundo que eu vivi, em que os episódios relatados têm como base o contexto histórico do período entre a Monarquia Austro-Húngara, a Primeira e a Segunda Guerras Mundiais.


Para os brasileiros, o livro mais importante de Stefan Zweig foi Brasil, o país do futuro. Nele, o autor traça um retrato da nação e faz uma interpretação do espírito brasileiro. Fugindo da guerra na Europa e das perseguições religiosas, Stefan Zweig mudou-se para o Brasil e foi viver em Petrópolis, no estado do Rio. Menos de um ano depois, em 1941, deprimido com o exílio e desencantado com o futuro da humanidade, ele se suicidou junto com a mulher.

Livre

Ações do documento