Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Conhecer fala sobre pesquisas de exploração do petróleo em Alagoas
14/06/2011 - 11h26m

Conhecer fala sobre pesquisas de exploração do petróleo em Alagoas

Conhecer fala sobre pesquisas de exploração do petróleo em Alagoas

 

O Conhecer, programa da TV Educativa que visa divulgar a produção científica, tecnológica e as inovações em nosso Estado, recebe, nesta quarta (15), às 20h, o coordenador geral do Laboratório de Computação Científica e Visualização da Ufal, o doutor em engenharia civil pela PUC do Rio de Janeiro, William Wagner Matos Lira.

 

O convidado vai falar sobre o avanço científico de Alagoas nas pesquisas de exploração de petróleo, principalmente da camada pré-sal, visto que o centro de tecnologia da Ufal (CTEC) possui um laboratório que pode ajudar a Petrobras a retirar o combustível fóssil com mais segurança e eficiência.

 

Com linguagem coloquial, objetiva e descontraída, o programa se propõe a levar a público os diferenciais e o que está acontecendo de relevante em universidades e centros de pesquisa alagoanos em termos de projetos, pesquisa e extensão, ressaltando os objetivos e os benefícios que poderão advir em benefício da coletividade, divulgando o uso da ciência e da tecnologia para a solução de problemas e sua aplicação prática no dia-a-dia das pessoas. 

 

“O Conhecer é o espaço que a TV Educativa está abrindo para dar visibilidade a temas que não têm muito espaço em outras mídias, como ciência, tecnologia e inovação”, ressalta Vera Valério, produtora do programa. “Nós queremos aproximar a produção acadêmica da sociedade”, completa.

 

Com meia hora de duração, o programa tem apresentação do jornalista Clayton Santos, produção de Vera Valério, edição de Chris Duarte e Daniel Lima e imagens do cinegrafista Samuel Limeira. O Conhecer é semanal e as estréias acontecem às quartas, às 20h, com reapresentação às quintas-feiras, ao meio-dia, e aos sábados, às 15h30, na TVE, canal 3 da TV aberta e canal 6 da NET.

Ações do documento