Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Com representante da Secti, Pauta Especial debate a importância do ensino da robótica
31/01/2018 - 09h30m

Com representante da Secti, Pauta Especial debate a importância do ensino da robótica

A secretaria adquiriu 45 kits da tecnologia e ofertará oficinas em diversos municípios de Alagoas

Com representante da Secti, Pauta Especial debate a importância do ensino da robótica

A Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), com o intuito de despertar o interesse pela tecnologia nos estudantes da rede pública, adquiriu kits de robótica. Para explicar melhor a finalidade da inicativa, a TV Educativa recebeu o superintendente da secretaria, Lairson Giesel, no Pauta Especial do dia 17 de janeiro.

Primeiro contato

Lairson esclarece que a ideia é levar objetos simples, de fácil manuseio para os alunos. "São pequenas peças, o kit vem formado por uma placa mãe e várias pecinhas com sensores que as crianças podem montar e depois possam até mesmo programar a placa para que ela faça movimentos básicos", ressalta.

Ele explica ao apresentador Luiz Alberto Fonseca que a proposta é insertar nos alunos a iniciação à robótica por meio de atividades lúdicas. "A gente pretende levar isso até as escolas públicas para que a gente possa fazer esse estímulo nas crianças e fazer com que isso seja um vetor para a elaboração de coisas mais sofisticadas".

O Projeto

O superintendente da Secti diz que ao longo de todo o ano de 2018, a secretaria pretender levar, a partir de incursões aos municípios e monitores contratados, o kit às escolas públicas do estado. As atividades acontecerão a partir de março, e o cronograma de municípios abarcados ainda está sendo idealizado. Escolas interessadas podem entrar em contato com a secretaria para receber o programa.

O acesso aos kits varia de acordo com a faixa etária. Segundo Lairson, o inicial abrange pequenos jogos envolvendo lógica de programação e memória, a partir dos três aos. Para crianças de 9 a 12 anos, há o kit intermediário, com atividades relacionadas à idade. O mais avançado contempla crianças a partir dos 12 anos, com dificuldade um pouco mais avançada.

Benefícios

Na conversa com o apresentador Luiz Alberto Fonseca, o secretário reforça que o projeto de robótica trará grandes vantagens aos pequenos. "É uma coisa meio implícita, às vezes a criança nem sabe que está se trabalhando criatividade, inglês, leitura", diz. "A partir de uma base, ela [a criança] consegue pensar quais são as possibilidades para ela montar um novo robô, dela questionar quais os limites da tecnologia, e na verdade a gente sabe que não tem limites. Começa pelo brinquedo e parte para um interesse aprofundado". 

VEJA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA

Ações do documento