Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Clube do Choro exibe 2° programa da série “Grandes Compositores e Interpretes Brasileiros”
01/04/2011 - 15h16m

Clube do Choro exibe 2° programa da série “Grandes Compositores e Interpretes Brasileiros”

O programa vai ao ar neste sábado (02), às 17h, pela Rádio Educativa FM

Clube do Choro exibe 2° programa da série “Grandes Compositores e Interpretes Brasileiros”

Moreira da Silva será um dos nomes lembrados desta edição

Iranei Barreto


O Clube do Choro, que vai ao ar às 17h, pela Rádio Educativa FM, exibe neste sábado (02) o segundo programa da série que homenageia grandes compositores e interpretes da nossa música. Clara Nunes, Bezerra da Silva, Moacir Luiz, Zé da Velha, Joel Almeida, Luiz Reis, são alguns dos nomes que serão lembrados nesta edição. O programa ainda presenteia o ouvinte com uma gravação de 1928 do clássico “Jura”, composição de Sinhô, na voz de Aracy Cortes. 


Entre uma música e outra os apresentadores Ibys Maceioh e Ivan Barsand batem um papo sobre os compositores e também sobre as obras. No repertório, toda versatilidade do grande sambista Moreira da Silva cantando “Fenômeno”, música de Joaquim Domingos e Milton Moreira; “Acertei no Milhar”, composição de Wilson Batista e Geraldo Pereira; e o grande sucesso“O Rei do Gatilho”, de Miguel Gustavo.


Com seu estilo inconfundível com terno de linho S-120 e chapéu panamá, Moreira da Silva, o popular Kid Morengueira, personificou a figura do típico malandro carioca do século XX. O artista notabilizou-se pelos breque criativos e impagáveis que compôs e interpretou, tornando-se o maior nome nesse gênero musical. Seu primeiro breque foi no samba "Jogo Proibido". Lançou vários discos ao longo de sua carreira, foi enredo da escola de samba Unidos de Manguinhos, em 1992. Moreira também  foi tema do livro  "Moreira da Silva - O Último dos Malandros", de Alexandre Aug, lançado em 1996. O artista faleceu no início de 2000.

Os ouvintes também vão conferir Clara Nunes interpretando duas belíssimas composições “Alvorada do Morro”, de Cartola e Carlos Cachaça, e “Juízo Final”, música de Nelson Cavaquinho. Ainda nesta edição, a magistral interpretação do trompetista Zé da Velha executando junto com Silvério Pontes “A César o Que é de César”, música de Bonfiglio de Oliveira e “Falsa Baiana”, composição de Geraldo Pereira, e outros tantos sucessos destes inesquecíveis compositores e interpretes brasileiros.

 

Ações do documento