Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Apresentadores comentam as célebres frases do cinema: as Taglines
04/07/2011 - 13h25m

Apresentadores comentam as célebres frases do cinema: as Taglines

A edição também aborda como as redes sociais ajudam na divulgação dos curtas-metragens

Apresentadores comentam as célebres frases do cinema: as Taglines

Como as redes sociais influenciam na divulgação de curtas


Iranei Barreto e Assessoria de Comunicação/EBC-TV Brasil


O Tela Digital desta segunda (04), às 20h30, relembra as célebres frases que aparecem nos cartazes de cinema: as Taglines.  O programa mostra como a internet e as redes sociais, Orkut, Facebook, Twitter, ajudam na divulgação dos curtas-metragens, favorecendo uma maior circulação dos vídeos que podem, em pouco tempo, se transformar em virais. O Tela Digital é uma parceria entre a TV Brasil e a Kinoforum, e em Alagoas é exibido pela TV Educativa (TVE).


Outro ponto abordado é a citação de diretores que começaram com a teoria antes da prática. Exemplos dos criadores da Nouvelle Vague, movimento artístico do cinema francês; e os escritores da revista Cahiers Du Cinema. Os apresentadores ainda falam da importância da crítica no desenvolvimento do cinema.


O curta Ninguém, de Augusto Mattos, é uma animação em 2D, que se baseia nos quadrinhos criados pelo diretor.  A história tem como cenário a cidade de Salvador, na Bahia, e retrata as contradições do local. Uma cidade linda, mas cheia de violência. O filme também mostra a trajetória de um super-herói diferente, na qual o vigilante não recebe o reconhecimento merecido no trabalho.


O segundo curta-metragem Pais Separados, de Washington Carvalho, foi gravado com uma câmera fotográfica. Mesmo assim, consegue transferir muita emoção, com uma premissa muito simples: um garoto de três anos atravessa seu bairro sozinho em busca de seu pai, que é separado de sua mãe.


Arte pelas mãos é a última exibição desta edição. O documentário reflete sobre a precisão e sabedoria na marcenaria. O filme propõe uma discussão sobre técnicas artesanais tradicionais, desvalorizadas em função das novas tecnologias.  A obra conta com a participação do carpinteiro Enivaldo Holz.

Ações do documento