Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Aglomerado estreia neste sábado
20/05/2011 - 11h10m

Aglomerado estreia neste sábado

MV Bill e Nega Gizza comandam o programa que mostra a cultura de periferia

Aglomerado estreia neste sábado

MV Bill conversa com Dudu Nobre no primeiro episódio do programa Aglomerado

Iranei Barreto e Assessoria de Comunicação/EBC-TV Brasil


O programa Aglomerado, uma parceria entre a Central Única das Favelas (Cufa) e a TV Brasil , estreia sábado (21), às 18h30, com os rappers MV Bill e Nega Gizza dando voz, cor e espaço à cultura das periferias de todo o Brasil. Em Alagoas, o programa será exibido pela TV Educativa de Alagoas (TVE), emissora do Instituto Zumbi dos Palmares (IZP).

Na estreia, os apresentadores recebem o cantor e compositor Dudu Nobre embaixo do viaduto de Madureira, coração do subúrbio carioca. O sambista agracia o público com canções como “A grande Família” e “No tempo de Don Don”, além de falar sobre preconceito, infância e o inicio da carreira.

Entre o papo e a música, o Aglomerado apresenta matérias e quadros com personagens, dicas, acontecimentos do cotidiano e o making of do cenário. Num projeto inusitado e incomum, o palco foi adaptado embaixo do viaduto Negrão de Lima com direito a pista de skate, passarela e painel de LED. O programa ainda tem participação constante de DJs e grafiteiros convidados.

O primeiro quadro a aglomerar o episódio é o “Guerreiros e Guerreiras” com a presença de Marquinhos de Oswaldo Cruz, sambista com raízes também no subúrbio carioca. Desde cedo, ele conviveu com grandes representantes do estilo como Argemiro, Monarco, Jair do Cavaquinho, Tia Doca, Manacéia. “Ninado pelo samba”, como ele mesmo diz, Marquinhos de Oswaldo Cruz vê no samba o seu sentido de vida: resgatar suas heranças e manter a sua tradição têm sido suas principais contribuições para cultura carioca.

De Bangu, outro bairro do Rio e Janeiro, o programa traz uma alternativa de lazer: o “Futebol Americano”. A matéria mostra a possibilidade de praticar um esporte que não pertence à cultura e fazer disso um contraponto à violência.

O Quadro “Fácil Falar de Mim, difícil é ser eu” retrata uma profissão que está em todos os cantos das grandes cidades – o flanelinha. Robson, um simpático guardador de carros das ruas da capital fluminense, mostra a diferença entre pedir e ganhar dinheiro com sua ocupação.

O teaser do programa pode ser conferido no endereço eletrônico: http://www.youtube.com/watch?v=gh3SlIi8OXU

 

Sobre o programa: o Aglomerado é o resultado de uma mistura ao gosto de quem está sintonizado com a cultura que surge nas ruas. O programa traz entretenimento, conteúdo e informação deste universo urbano. E o centro de convergência do movimento é o viaduto de Madureira, sede da Cufa-RJ.

A condução do Aglomerado fica a cargo de dois expoentes sociais brasileiros, os rappers MV Bill e Nega Gizza, que  recebem público, convidados e artistas em entrevistas e números musicais.

O programa é permeado por matérias e quadros com o objetivo de abrir um canal de informações sobre ações sociais, educacionais, ecologia, humor, arte, gastronomia, esportes e tudo mais de interessante que se vê nas ruas.
Com o intuito de criar uma rede ‘aglomerada’, agentes culturais de todo o Brasil vão detectar e captar acontecimentos relevantes para trazer informação ao espectador em diversas plataformas:  televisão, site ou twitter.

 

 

 

Ações do documento